“Nós percebemos que há um vício na academia brasileira em só entender manifestações culturais pelo meio escrito, através de teses. Esse é um paradigma francês. O que queremos é implantar um paradigma norte-americano, pois não há nenhum problema em termos uma pós-graduação em arte e como produto final ser apresentado um video game, um novo instrumento musical e a forma de produzi-los. Nós, com isso, queremos incentivar essa nova ventilação na pós-graduação brasileira”, diz Pablo Martins.

Promover ações que contribuam com a ampliação do acesso à produção científica no Brasil, em especial as que promovam novos estudos e pesquisas no campo da cultura e na formação de recursos humanos de alto nível para o setor, é o objetivo do primeiro Edital de Seleção Pública para Bolsas de Estudo em Pós-Graduação, em Nível de Mestrado, a ser lançado pelo Ministério da Cultura (MinC) e a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), instituição vinculada ao Ministério da Educação (MEC).

O anúncio da iniciativa será feito na próxima segunda-feira, 10 de novembro, às 9h30, no Auditório Guimarães Rosa do Complexo Cultural do Ministério da Cultura, em Brasília. Na ocasião, estarão presentes os ministros da Cultura e da Educação, Juca Ferreira e Fernando Haddad, respectivamente; dirigentes do MinC, MEC e Capes; e representantes de institutos de pesquisa; além de estudiosos da área, que compartilharão suas perspectivas sobre a iniciativa.

Por meio do Edital, serão disponibilizadas 48 bolsas, no valor de R$ 1.200,00 (cada), compostos 16 grupos de pesquisa relacionados à área da cultura e escolhidos três projetos de cada um dos grupos. A ação – que é fruto de um Acordo de Cooperação Técnica celebrado entre o MinC e a Capes – tem o intuito de desenvolver atividades conjuntas no âmbito de pesquisas relacionadas à cultura.

O gerente de Políticas Culturais do MinC, Pablo Martins, explica que a proposta visa a melhoria, a longo prazo, dos quadros de pesquisadores, artistas e intelectuais, capacitando-os a enfrentar os desafios contemporâneos da cultura. Para ele, o campo cultural é transversal e dialoga com outras áreas como, por exemplo, a tecnologia, mas os programas atuais de pós-graduação não estão preparados para isso.

fonte: (Marcos Agostinho, Comunicação Social/MinC)

Quero baixar guias GRATIS

Quero baixar guias GRATIS

Você receberá nossa Newsletter com as últimas novidades sobre as oficinas e cursos da EICTV.

Obrigado por assinar o nosso newsletter.

Pin It on Pinterest

Achou interessante?

Compartilhe com os amigos. A gente agradece! :)