Eu fui!

Talleristas EICTV

“Valeu muito à pena. Ficando sempre um gosto de querer estender por mais algumas semanas. Indico com convicção. É uma experiência única, além das classes, a vida na Escuela. Para quem quer contar algumas estórias pela telona, nada como encher a bagagem de novos conhecimentos, valores e idéias.”

Flavio Botelho – São Paulo
Construção Dramática

“A escola foi um marco na minha vida. Lá aprendi a ver o cinema documental com responsabilidade e sensibilidade. Criei laços de amizade que ficarão para o resto da vida.

Keka Gutierrez – Brasilia
Realização de Documentários

“A escola é um lugar ao qual quero voltar mais vezes. Aliás, não queria nem sair de lá. Viver lá, mesmo que brevemente, é viver o tempo da juventude, das alegrias, dos sonhos, das convicções, dos encontros, dos amores, das bebedeiras…sempre, é claro, estudando, vendo, discutindo cinema.”

Luciana Mitkiewicz de Souza -Rio de Janeiro
Direção de Atores

“Saibam que estão prestes a viver uma experiência única! E saibam, que não sairão os mesmos de lá! Deixem seu preconceitos (todos!), encham-se de energia e vontade para devorar tudo que existe para viver por lá! E aí vão….de cabeça e coração abertos!

Agora em julho, eu encontrei o Fernando Birri (um dos criadores da escola) no Festival Latino de São Paulo….fui falar com ele…..e disse: “Senhor….Muito Obrigada por haver criado a EICTV……..faço questão de te dizer que fez uma essencial diferença na minha vida….que foi antes de tudo uma experiência de vida, mas também uma profunda experiência em cinema e em América Latina!” E isso é….E aquele senhor de barbas brancas me abraçou, me agradeceu e disse que fica muito feliz em saber que os objetivos de união de um cinema latinoamericano foram logrados….e que é bem isso…que é uma experiência de vida antes de tudo…..Mas o que é o cinema, se não uma experiência de vida?

Estela Straus – São Paulo
Construção Dramática: da idéia ao roteiro, do roteiro ao ator
Roteiro Cinematográfico

“É díficil esquecer os momentos que vivi na EICTV. O ambiente favorável a criação, a experiência de vida e o profissionalismo do Eliseo. As pessoas encantadoras que lá conheci, o contato, a paciência com aqueles que não são familiarizados com a lingua e o contato com um país que só entendemos quando o conhecemos. A escola pode ser definida com duas palavras: RESPEITO e SERIEDADE. `Não posso deixar de comentar das produções cinematográficas, são exelentes e carregam consigo a definição de cinema independente em sua essência.

Raquel Figueiredo – São Paulo
Roteiro Cinematográfico

“Uma passagem pela Escuela é uma experiência única para quem tem o cinema dentro de si. Para falar de sensações, as mais fortes que ficam são as de: liberdade, identidade (com o lugar e com pessoas), prazer (incluindo as festas à beira da imensa piscina olímpica) e a de um bom ambiente para ousar”.

Ricardo Kauffman
Roteiro Cinematográfico

“Estar em uma escola onde se respira cinema, se vive cinema e todas as relações que se estabelecem se dão por meio dele, é algo absolutamente mágico, um aprendizado muito intenso, uma convivência enriquecedora. Todos saímos mudados de lá. Não só por estar na escola, mas por estarmos em uma bolha, dentro de uma ilha ideológica, cultural, econômica. Estar em Cuba, presenciar o cotidiano de um cubano, conversar, ouvir o que eles podem te ensinar, é algo que não se pode perder, uma oportunidade para poucos. Cuba é vida, e a escola mudou em muitos sentidos a nossa visão sobre ela.”

Diana Assennato Botello – São Paulo
Realização de Documentários

“Estou recomendando a Eictv a todos os meus amigos, porque acho que, para quem ja tem uma experiencia pratica na profissao, eh um otimo momento pra se reciclar, aprender novas coisas e tb rever algumas posicoes.
Cinema e paixao, no meio das plantacoes de laranjas cubanas”

Jorane Castro – Pará
Roteiro Cinematográfico 2003
Direção de atores

O curso te muda. O país te muda mais ainda.”

Ricardo Kenski – São Paulo
Realização de Documentários

“Quando eu recebi um email com um texto que falava alguma coisa sobre a escola ser uma utopia que deu certo, achei pretensão, mas o meu sentimento agora é exatamente esse. É um lugar que inspira e respira cinema. As pessoas não andam… desviam das locações, cenários e afins. Lá é como se todo mundo fosse uma grande família. Uma família que está lá por um mesmo motivo: cinema. Uma experiência inesquecível…”

Ligia de Mello Texeira – Paraná
Roteiro Cinematográfico

“Escrever, pensar, analisar, re-escrever, discutir, trocar idéias, escrever mais, criar, sentir-se gratificada pela criação e finalmente relaxar… sentir o cheiro da ilha e mergulhar naquela piscina enorme, uma piscina azul, de sonhos, sonhos do Gabriel e Cia., sonhos, novos sonhos, meus sonhos.”

Roberta Marques – Ceará/Amsterdam
Roteiro Cinematográfico

“A vivência na escola com outros estudantes latinos é uma experiência muito enriquecedora. A troca de histórias e opiniões me pareceu tão importante quanto o próprio curso.
Especificamente sobre o taller, a única reclamação que poderia fazer é que ele acabou. Eliseo Altunaga é um excelente professor e um exemplo de ser humano. Com uma sabedoria infindável, ele tem um grande tato para lidar com pessoas tão diversas e paciência para explicar tudo, sem deixar ninguém para trás. O curso me pareceu muito bem estruturado, além de ser extremamente denso e consistente”.

Fernanda Wendel – São Paulo
Roteiro Cinematográfico

“24 horas pensando, respirando e compartilhando cine.”

Luis Tittanegro – brasileiro morando na Alemanha
Fotografia Cinematográfica

“San Antonio de Los Banos me ensinou muitas coisas. Me ensinou a olhar minha vida com mais calma e mais valor. Ainda tenho muito que aprender, mas digo que aprendi muito. Não foi só uma experiência bem sucedida de descobrir cinema. Foi também um momento preciso, em que descobri pessoas, conheci culturas e fiz amigos. Muitos amigos. Amigos que talvez eu não veja mais, mas estão guardados e serão levados a vida inteira. Amigos com quem eu falo sempre, que serão guardados e levados a vida inteira. Amigos que vou rever, que vou contar. E um grande amor. Assim é a EICTV, San Antonio e Cuba: um lugar qué dá experiências e momentos valiosos e que nunca serão perdidos.”

Ana Gondolo – São Paulo
Realização de Documentários

“Fazer cinema na América Latina é como estudar na escola: fazer as coisas acontecerem, mesmo se as condições não pareçam as melhores. A escola é um grande aprendizado!”

Adriane Canan – Santa Catarina
Oficina Avançada de Roteiro

“Certamente valeu a experiência e eu recomendo muito para qualquer pessoa, principalmente aos que busquem a perfeita união entre conhecimento técnico e crescimento sócio-cultural.
Um ponto de virada na minha vida! Sem dúvida!!!”

Bruna Nejaim – São Paulo
Realização e Roteiro

“Um divisor de aguas… um sonho… uma felicidade muito muito grande… e o desejo de voltar em breve…”

Ana Luiza Beraba – Rio de janeiro
Produção Executiva

“Estudar ou até mesmo conhecer a Escola de Todos os Mundos será uma das melhores decisões criativas que você fará. Cuba é acolhedora; a Escola de Cinema é um mundo paralelo, onde a fantasia tem vez.”(Revista Caros Amigos)

Amanda Cotrim – São Paulo
Roteiro para Alunos de Língua Portuguesa

 
 

Documentário realizado pelos alunos da oficina de Roteiro Cinematográfico para alunos de língua portuguesa 2012.
 

smilieazulConheça nossa seccão Diário de Bordo com links para blogs, fotos e videos de alunos e ex-alunos da escola. Você também pode ter seu blog de viagem linkado no site de cuba-cursos. Participe e deixe sua pegada!

 
 

Tire sua dúvida aqui:
Shares

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pin It on Pinterest

Shares

Achou interessante?

Compartilhe com os amigos. A gente agradece! :)